COMEMORAÇÃO DIA “AOS IMIGRANTES BÚLGAROS E GAGAÚZOS BESSARABIANOS”, ATO LITÚRGICO E PRESENÇA NA ILHA ANCHIETA

COMEMORAÇÃO DIA “AOS IMIGRANTES BÚLGAROS E GAGAÚZOS BESSARABIANOS”, ATO LITÚRGICO E PRESENÇA NA ILHA ANCHIETA

NO SÁBADO DO DIA 29 DE ABRIL A COMUNIDADE BÚLGARA E GAGAÚZA, ATRAVÉS DA ASSOCIAÇÃO DO POVO BÚLGARO NO BRASIL, REUNIAR-SE-Á EM UBATUBA, A FIM DE REVERENCIAR OS 151 IMIGRANTES FALECIDOS, NA ILHA ANCHIETA.

O DIA “AOS IMIGRANTES BÚLGAROS E GAGAÚZOS BESSARABIANOS” FAZ PARTE DO CALENDÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO E OCORRE NO DIA 18 DE ABRIL, CONTUDO A PROGRAMAÇÃO ESTÁ PREVISTA PARA O DIA 29 DO MESMO MÊS DIANTE DE ALGUNS FATORES, TAL COMO A SEQUÊNCIA DE FINS DE SEMANA PROLONGADOS DO MÊS E AGENDAMENTO MAIS FAVORÁVEL.

A PROGRAMAÇÃO É A DE CULTO RELIGIOSO, ÀS 10:00 H, NA IGREJA NOSSA SENHORA DAS DORES, NO BAIRRO ITAGUÁ, SOB O OFÍCIO DO PADRE MARCELO THURMANN RAMOS, COM ESPAÇO PARA A PALAVRA DE PASTOR EVANGÉLICO E CURTA PROJEÇÃO, AO FINAL, DE SLIDES REFERENTES AO FATO.   ÀS 13:00 HORAS, OS VISITANTES EMBARCARÃO EM ESCUNA DA EMPRESA MIKONOS, COM SAÍDA DO CAIS DO BAIRRO DO SACO DA RIBEIRA, UBATUBA, RUMO À ILHA ANCHIETA, CUJAS PASAGENS DEVERÃO SER, ANTECIPADAMENTE, ADQUIRIDAS.

PRESENTES ESTARÃO OS “FILHOS DA ILHA” (INTEGRANTES DA ASSOCIAÇÃO PRÓ-RESGATE HISTÓRICO DA ILHA ANCHIETA E DOS FILHOS DA ILHA), ORIENTANDO, ÀS 14:00 H, A VISITA AO ANTIGO CEMITÉRIO, A 300 METROS DA SEDE DO PARQUE ESTADUAL DA ILHA ANCHIETA, ONDE OCORRERÁ PRECE COMUNITÁRIA, EM ESPECIAL DOS FAMILIARES DOS QUE, LÁ , JAZEM, DESDE 1926.   UMA PLACA SERÁ DESCERRADA COM REGISTRO DA TRÁGICA OCORRÊNCIA EM QUE, NO CURTO ESPAÇO DE TEMPO DE 100 DIAS, MORRERAM 151 IMIGRANTES, SENDO 97% CRIANÇAS, REVERENCIANDO, TAMBÉM, OS FALECIDOS SENTENCIADOS, POLICIAIS MILITARES E FAMILIARES DOS FUNCIONÁRIOS DO PRESÍDIO, SEPULTADOS AO LADO DOS RESTOS MORTAIS DOS IMIGRANTES.APÓS, OS VISITANTES TERÃO OPORTUNIDADE DE CONHECER AS BELEZAS NATURAIS QUE A ILHA OFERECE ATRAVÉS DO GRUPO DE MONITORES CADASTRADOS.

O EMBARQUE, PARA RETÔRNO AO CONTINENTE, ESTÁ PREVISTO PARA ÀS 17:00 HORAS.   ***

OS 2000 IMIGRANTES BULGAROS E GAGAÚZOS, ORIUNDOS DA BESSARÁBIA (ANTIGA PROVÍNCIA RUSSA, SOB O INDEVIDO DOMÍNIO DA ROMÊNIA) E RECÉM CHEGADOS AO BRASIL, ENCONTRAVAM-SE RECOLHIDOS NA HOSPEDARIA DOS IMIGRANTES, NA CAPITAL DE SÃO PAULO, QUANDO TIVERAM NOTÍCIA, ATRAVÉS DE UM IMIGRANTE FERIDO E FUGIDO DE UMA DAS FAZENDAS DE CAFÉ, DE QUE O TRATAMENTO AOS NOVOS COLONOS ESTRANGEIROS ERA O DA ESCRAVIDÃO E QUE NEHUMA DAS PROMESSAS FEITAS DE CASA, INSTRUMENTOS AGRÍCOLAS E TERRAS FORAM CUMPRIDAS.

OS 2000 IMIGRANTES FIZERAM PROTESTO E RECUSARAM-SE SEGUIR PARA AS FAZENDAS, DANDO INÍCIO A UMA REVOLTA QUE FOI, TRUCULENTAMENTE, ABAFADA PELA FORÇA PÚBLICA (ANTIGA POLICIA MILITAR ESTADUAL), COM A ABRUPTA TRANSFERENCIA, EM VAGÕES FECHADOS, DE TREM DE CARGA, ATÉ O PORTO DE SANTOS E EM SEGUIDA, EM BATELÕES PARA O PRESÍDIO DE ILHA DOS PORCOS (ATUAL ILHA ANCHIETA).

SEM QUALQUER TIPO DE ASSISTÊNCIA FICARAM, SEM CONHECEREM O IDIOMA PORTUGUÊS, À MERCÊ DOS SEUS PRÓPRIOS CONHECIMENTOS, PORÉM NÃO EVITARAM O CONSUMO DA MANDIOCA BRAVA, OCASIONANDO ENVENENAMENTO E DISTURBIOS SÉRIOS DE SAÚDE, LEVANDO 151 DELES, NA MAIORIA CRIANÇAS, À MORTE.   ***

O DR. JORGE COCICOV, DESCENDENTE DOS IMIGRANTES BÚLGAROS BESSARABIANOS, DESCREVEU EM TRÊS LIVROS TODA A HISTÓRIA DESSA IMIGRAÇÃO E AGORA, EM 2017, PUBLICOU O LIVRO “CASTIGO E MORTE”, ESPECIALMENTE PARA RELATAR OS PORMENORES DESSA TRAGÉDIA.   ESSA RECENTISSIMA PÚBLICAÇÃO TEM O OBJETIVO MAIOR DE FAZER CONHECIDO ESSE CAPÍTULO DA HISTÓRIA DE UBATUBA, POIS SÃO RAROS OS UBATUBENSES QUE OUVIRAM ALGO A RESPEITO. O INTÚITO DO AUTOR É O DA DIVULGAÇÃO NO AMBITO DAS ESCOLAS LOCAIS E DO ESTADO, ATRAVÉS DOS,SEMPRE RESPEITADOS, PROFESSORES DE HISTÓRIA.

 

A COMEMORAÇÃO TEM O APOIO DA PREFEITURA MUNICIPAL ATRAVÉS DA SECRETARIA DE TURISMO.